Preço do Tratamento para o Alcoolismo

Preço do Tratamento para o Alcoolismo

Preço do Tratamento para o Alcoolismo

Preço do Tratamento para Alcoolismo

O tratamento para o alcoolismo é destinados a ajudar aqueles que lutam contra o vício. o alcoolismo são problemas complexos e existem vários tipos de programas de tratamento disponíveis para ajudar. O tratamento na clinica de recuperação pode ajudar as pessoas a ter um estilo de vida saudável, feliz e sóbrio. Esse tipo de tratamento normalmente é feito em conjunto com a psicoterapia. Diversas abordagens psicoterapêuticas têm sido eficazes no tratamento do alcoolismo, entre elas a psicanálise, a terapia cognitivo comportamental, a terapia em grupo e a terapia ocupacional.

Programa de tratamento para alcoólatras

A escolha de tratamento para alcoólatras começa com um diagnóstico criterioso, realizado por uma equipe multidisciplinar, que deve levar em consideração as especificidades de cada caso. A partir daí, é montada uma estratégia de tratamento personalizada, que deve ser revista periodicamente, visando o atendimento das múltiplas necessidades do paciente e a reorganização de sua vida como um todo. Os principais entraves para a busca de uma orientação especializada são a negação da doença, a falta de apoio e o medo do estigma social negativo. Além disso, muitos amigos e familiares não sabem como ajudar um dependente químico ou desconhecem a existência de tratamentos especializados. Para esclarecer essas dúvidas, destacamos abaixo os principais tratamentos para abuso de álcool.

Desintoxicação no tratamento para dependentes alcoólicos

A desintoxicação é apenas uma das fases do tratamento para alcoólatras. Essa etapa é considerada a mais crítica, pois o paciente recebe assistência médica durante um determinado período de tempo — geralmente 24 horas — para a eliminação das álcool do seu organismo.

Medicamentos utilizados no tratamento do alcoolismo

O abuso de álcool pode ser um fator de risco para a contração e o desenvolvimento de algumas doenças físicas e mentais, tais como esquizofrenia, depressão, transtorno de personalidade, cirrose, câncer, insuficiência renal, HIV, hepatite B e C, sífilis, lesões cerebrais e desnutrição; também pode ser uma consequência de algumas dessas enfermidades. Por isso, o uso de medicamentos no tratamento para alcoólatras é indicado na maioria dos casos, devendo ser realizado com o acompanhamento constante, a avaliação do quadro do paciente, a realização de exames e o cuidado com efeitos colaterais e interações medicamentosas. Esse tipo de tratamento normalmente é feito em conjunto com a psicoterapia.

Psicoterapias no tratamento do alcoolismo

Diversas abordagens psicoterapêuticas têm sido eficazes no tratamento para alcoólatras, entre elas a psicanálise, a terapia cognitivo comportamental, a terapia em grupo e a terapia ocupacional. As psicoterapias se baseiam na aplicação de um conjunto de técnicas e métodos psicológicos, podendo ter objetivos diferentes, como a solução de problemas, a modificação de comportamentos e o auxílio no desenvolvimento de novas concepções sobre si mesmo e o mundo. A opção por uma dessas modalidades depende dos sintomas apresentados, do grau de evolução do transtorno, da estratégia de tratamento e da aceitação e personalidade do paciente.

Internações para alcoólatras

De modo geral, as internações são realizadas quando o paciente necessita de assistência integral e multidisciplinar ou apresenta comportamentos agressivos e pensamentos suicidas. A Lei 10.216/2001, conhecida também como Lei de Proteção e Direitos das Pessoas Portadoras de Transtornos Mentais, prevê as formas de internação voluntária, involuntária e compulsória.

Tratamento para alcoolismo voluntário

Como o nome sugere, esse tipo de internação é feito com o consentimento do usuário, com base na avaliação e indicação de uma equipe de profissionais especializados. Na maioria dos casos, o paciente solicita sua internação voluntariamente e passa para o tratamento ambulatorial quando recebe a alta hospitalar.

Tratamento para alcoolismo involuntário

A internação involuntária pode ser solicitada por um familiar, responsável legal ou especialista que acompanha o tratamento, sendo realizada sem o consentimento do dependente químico. Em geral, o usuário não tem a percepção crítica da necessidade de internação e oferece risco iminente para si mesmo ou para outras pessoas.

Tratamento para alcoolismo compulsório

A internação compulsória é determinada pela Justiça mediante um pedido formal de um médico, que precisa fazer um laudo atestando que a pessoa não tem condições físicas e psicológicas para procurar tratamento sem intervenção de um terceiro. Quando falamos de abuso de álcool e alcoolismo, informação e conscientização são essenciais. Se você gostaria de saber se seu seguro pode cobrir o custo total ou parcial da reabilitação em nossa clinica de recuperação.